VOLTAR
FECHAR

Av. Dorival Cândido Luz de Oliveira, 6423 (parada 63) - Monte Belo - Gravataí - CEP: 94050-000
Fones: (51) 3489-4000

Central do Assinante: (51) 3600.3636
Central de Vendas: (51) 3591.2020
Whatsapp: (51) 99101.0318
PUBLICIDADE
Negócios

Volmir Carboni vendeu o Mercato Restaurante

Família de Santana do Livramento é a nova proprietária do estabelecimento .

Marcelo G. Ribeiro
Volmir Carboni segue firme no mercado de carnes nobres
Nesta semana, a coluna publicou uma nota informando que o restaurante Mercato, de Cachoeirinha, estava se preparando para reabrir as portas em janeiro próximo. A informação foi fornecida pelo irmão do proprietário, Valdir Carboni, que estava no local acompanhando as obras para a reabertura.
Hoje, 29, a informação foi corrigida por Volmir Carboni, que ficou à frente do negócio por 15 anos. “Meu irmão está desatualizado. Vendi o Mercato para uma família de Santana do Livramento”, contou Volmir por telefone à coluna. De acordo com ele, o momento econômico motivou o fechamento. “Precisaria de um investimento muito alto para manter o padrão e ficaria inviável por conta da economia. Quem sabe daqui a quatro ou cinco anos retorne”, afirmou.
Novo rumo 
Sobre os novos proprietários do local onde funcionou o Mercato Restaurante, Volmir Carboni disse apenas que a família de Santana do Livramento comprou para montar um negócio no local, mas não tem mais informações. “O pai teria comprado para ser comandado por uma das filhas, que teria formação na área de gastronomia”, revelou.
O Café Mercato também foi fechado pelo empresário. Com o fechamento do restaurante, Carboni conta que vai seguir atuando na divulgação da produção das carnes nobres Hereford aos consumidores brasileiros. “É um trabalho desafiador que eu já vinha desenvolvendo, de divulgar as carnes do Sul para restaurantes do País”, completou.

Mercato Restaurante deve reabrir em janeiro

Depois de seis meses fechado, local já passa por reforma .

Divulgação
Obras já iniciaram no local
Depois de seis meses fechado, o Mercato Restaurante, de Cachoeirinha, promete reabrir as portas até o final do mês de janeiro. As obras para melhorias na infraestrutura do estabelecimento iniciaram neste mês, como informou Valdir Carboni, que atua no local ao lado do irmão, Volmir Carboni. Em junho, quando o restaurante foi fechado, Volmir informou que era necessário “readequar o espaço, repensando o negócio em função do momento econômico”. A previsão inicial era que o restaurante reinaugurasse em agosto deste ano.
Restaurante promete investir em atendimento
De acordo com Valdir, o Mercato seguirá com a mesma infraestrutura. “Estamos promovendo uma reforma interna e pintando. O espaço seguirá com a mesma capacidade”, informou. O cardápio também não deve sofrer alterações com a reinauguração e o negócio promete investir em um atendimento mais qualificado. Outro negócio da família, o Mercato Café, também está fechado e não tem previsão de reabertura. “É bem possível que o meu irmão fique só com o restaurante”, comentou Valdir.

Diário de Cachoeirinha está de casa nova

Sede já está funcionando na parada 63 de Gravataí .

A sede dos jornais Diário de Cachoeirinha e Correio de Gravataí está de casa nova. Depois de quatro anos funcionando na parada 69 de Gravataí, agora, as áreas de redação, comercial e circulação das publicações estão operando na parada 63, no bairro Vera Cruz, em Gravataí. “Como a área de telemarketing dos jornais do Grupo Sinos foi concentrada em Novo Hamburgo, na sede do Grupo Sinos, nos instalamos em um local que concentra agora os times de redação, comercial e circulação”, explicou o gerente geral da unidade, Matheus Freire.
Com a mudança, o gestor também salienta que a equipe se aproxima ainda mais de Cachoeirinha, reforçando o compromisso com os leitores da cidade. “Queremos estar cada vez mais próximos dos acontecimentos dos dois municípios, buscando um envolvimento ainda maior com a comunidade”, destacou Freire.
Os leitores dos jornais Correio de Gravataí e Diário de Cachoeirinha podem seguir contatando a redação para sugestões de pauta. O contato também pode ser feito pelos e-mails redacaogravatai@gruposinos.com.br ou redacaocachoeirinha@gruposinos.com.br. O contato com a redação ainda pode ser feito pelo telefone 99341-8918. 
Aquisição completou 4 anos no início do mês
No início deste mês, dia 1º de novembro, o Grupo Sinos celebrou os quatro anos da aquisição das marcas Correio de Gravataí, que soma 33 anos de história, e Diário de Cachoeirinha, com 13 anos de trajetória. “Mantivemos nesse novo endereço a nossa equipe de produção. Em Novo Hamburgo é que está localizado nosso moderno parque gráfico”, completou o gerente geral dos jornais na região, Matheus Freire.
Saiba mais
No novo endereço, os leitores dos jornais Correio de Gravataí e Diário de Cachoeirinha também podem adquirir exemplares das publicações e obter informações sobre anúncios.
Os leitores ainda podem visitar o local para sugerir temas para as matérias das publicações. 

Grupo de investidores americanos negocia aquisição da faculdade Cesuca

Instituição de ensino pode ser vendida para a Advent International.

Arquivo/GES
Aquisição deve ampliar a oferta de cursos na instituição
O Cesuca - Faculdade Inedi, de Cachoeirinha, pode ser vendido para a Advent International, um grupo de investidores norte-americanos. A instituição de ensino confirma que as negociações estão avançadas, mas ainda não foram concluídas. Para os estudantes, nas salas de aula, a informação já teria sido confirmada pelos professores.
Caso a aquisição aconteça, a Faculdade de Cachoeirinha poderá se transformar em Centro Universitário e ampliar a oferta de cursos. Também existe a possibilidade de expansão do campus da instituição, um sonho antigo da direção do Cesuca.
Em março do ano passado, o grupo americano anunciou a aquisição da Faculdade da Serra Gaúcha (FSG), que conta com campus em Caxias do Sul e Bento Gonçalves, depois de cinco meses de negociações. A aquisição da FSG foi o segundo investimento da Advent no ensino superior. Entre 2009 e 2013, o fundo co-controlou a Kroton Educacional. O grupo internacional também é responsável por adquirir a rede de lojas Quero-Quero, em 2008.
Procurada, a Advent informou através de sua assessoria de comunicação que não comenta sobre as negociações.