Publicidade
Acompanhe:
Notícias | Região Política

Protocolado o pedido de impeachment do prefeito de Portão na Câmara de Vereadores

Documento foi recebido pelo presidente Adair Rocha e deve ser analisado pelos vereadores na sessão de segunda-feira (17)

Por Thiago Padilha
Publicada: 13.02.2020 às 14:49

Câmara de Portão Foto: Marcelo Fiori/Câmara de Portão
Foi protocolada nesta quinta-feira (13), por volta das 11h45, uma denúncia por infração político-administrativa com o pedido de cassação do mandato do prefeito de Portão, Renato das Chagas (PDT). O documento foi recebido pelo presidente da Câmara, Adair Rocha (MDB), que vai dar prosseguimento ao rito. O pedido de impeachment será incluso na ordem do dia da próxima sessão ordinária, que ocorre na segunda-feira (17), e deverá ser apreciado pelos vereadores em plenário no mesmo dia. São necessários oito votos favoráveis para que a denúncia seja aceita e uma comissão processante seja constituída, por sorteio. Em caso contrário, é arquivada. Procurado pela reportagem, Renatinho não quis se manifestar sobre o assunto.

Segundo a denúncia, de dez páginas, em dezembro de 2018, algumas empresas foram convidadas a cotar preços para executar contrato emergencial de 180 dias para a coleta e transporte de resíduos sólidos urbanos. A que apresentou o menor preço foi a contratada, mas deixou de cumprir algumas cláusulas, não sendo punida pelo gestor público, que autorizou aditivo contratual para que uma terceira equipe fosse empregada, passando, assim, o preço da segunda classificada.

"Por respeito aos contribuintes que arduamente trabalham para pagar seus impostos – que não são poucos - se esperava que o gestor público procedesse de forma diversa, notificando-se a segunda colocada para saber se a mesma manteria o preço cotado no dia 20/12/2018, respeitando o princípio da economicidade", afirma o advogado Vlanier Rangel, representante legal do eleitor Igor Carlos de Paula Farias.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.