Publicidade
Cotidiano | Turismo Turismo

Setor de viagens já está ensaiando retomada

Operadores e agências já percebem reaquecimento do mercado de viagens

Publicado em: 04.09.2021 às 03:00 Última atualização: 04.09.2021 às 11:30

Vários movimentos sinalizam a gradual retomada do turismo no Brasil: novas vendas de pacotes, mais voos dentro do País e para o exterior e cada vez mais países abertos para brasileiros. Mas são as viagens domésticas que respondem pela maior parte das viagens, com destaque para o litoral do Nordeste.

Praias nordestinas, como Porto de Galinhas, estão entre principais destinos procurados Foto: Adobe Stock

Dados do IPC Maps, instituto especializado em potencial de consumo brasileiro, apontam que os brasileiros devem gastar mais com viagens até o fim de 2021, em relação ao total de 2020, mas ainda abaixo do patamar pré-pandemia (2019).

Levantamentos das associações que representam as agências de viagens e as operadoras de turismo (que são as empresas que negociam e montam os pacotes com hotéis e companhias aéreas) mostram que a venda ainda está abaixo da média, mas vem crescendo.

O boletim de julho da Associação Brasileira das Operadoras de Turismo (Braztoa), feito em parceria com a UP Soluções, aponta que 58% das associadas ainda não chegaram à metade do faturamento histórico, mas 17% atingiram ou ultrapassaram o total de vendas de 2019.

Mais de 80% dos embarques foram vendas novas. A maior parte dos roteiros vendidos pelas operadoras associadas foi usufruída no próprio mês da compra (julho) ou será até o fim de 2021.

Tendências

Segundo a pesquisa da Associação Brasileira das Agências de Viagens (Abav), realizada com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), entre as viagens mais procuradas pelos turistas, 84% eram para destinos de praia.

De cada dez agências integrantes da Abav, seis esperam ter aumento no faturamento ainda neste ano. Um terço dos empreendedores ouvidos no levantamento pretendem contratar funcionários até dezembro.

Mais destinos internacionais vêm liberando a entrada de viajantes do Brasil. Depois de Suíça, França e Canadá (este a partir de 7 de setembro), Espanha e Alemanha engrossaram a lista de países abertos para brasileiros vacinados com o esquema completo. O Uruguai já anunciou que fará o mesmo a partir de 1º de novembro.

Um dos motivos para o reaquecimento do mercado de turismo, como acontece em outras áreas, é o progresso da vacinação. Muitas pessoas já se sentem mais seguras para viajar. (AE)

 

Quais são os destinos na mira dos viajantes

Mas a retomada do turismo está forte mesmo dentro do Brasil. De longe, praia é o que faz mais sucesso. O boletim da Braztoa mostra que 88% das viagens tiveram como destino cidades brasileiras. A gaúcha Gramado e destinos no Nordeste, caso de Salvador, Fortaleza, Recife e Porto de Galinhas (PE), estão entre os mais procurados pelos viajantes. De acordo com a Associação Brasileira das Empresas Aéreas (Abear), o número de voos no Brasil em agosto chegou a 70% do que era antes da pandemia. São quatro meses seguidos de crescimento.

Segundo levantamento do IPC Maps, até o fim de 2021, os gastos de brasileiros com viagens deve superar em 12,7% o total de 2020, chegando a R$ 60,6 bilhões. Mesmo assim, ainda deve ficar 15,5% abaixo dos R$ 71,7 bilhões gastos com turismo em 2019. (AE)

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.