Publicidade
Botão de Assistente virtual
Esportes Vôlei feminino

Brasil vence Argentina e consegue segunda vitória no Sul-Americano de Vôlei

Brasileiras superaram argentinas por 3 sets a 1, na Colômbia, e seguem na busca pelo 22º título da competição

Publicado em: 17.09.2021 às 14:40 Última atualização: 17.09.2021 às 14:41

A seleção brasileira feminina de vôlei venceu a segunda partida no Sul-Americano adulto de vôlei. Depois de estrear com resultado positivo sobre o Peru, o Brasil levou a melhor sobre a Argentina por 3 sets a 1 (23/25, 25/13, 25/14 e 25/16), no ginásio Luis Francisco Castellanos, em Barrancabermeja, na Colômbia. A competição será disputada em turno único, com todos os times se enfrentando, onde o campeão e o vice garantirão vaga no Mundial adulto de 2022 que será disputado na Holanda e na Polônia.

Seleção brasileira bateu a Argentina por 3 sets a 0
Seleção brasileira bateu a Argentina por 3 sets a 0 Foto: Divulgação/Inderbarranca

A equipe do treinador José Roberto Guimarães voltará à quadra às 19h45 desta sexta-feira (17) para duelar contra o Chile. 

A ponteira Gabi teve grande atuação na vitória contra a Argentina. A atacante marcou 23 pontos e foi a maior pontuadora do confronto. Ao final do duelo, ela comentou sobre o segundo resultado positivo das brasileiras na competição.

“Sabíamos que o jogo contra a Argentina seria mais pesado do que a partida contra o Peru. No primeiro set começamos um pouco devagar, cometemos muitos erros, mas a partir do segundo fizemos o nosso jogo, passamos a sacar melhor e isso facilitou tanto o nosso bloqueio como a nossa defesa, além do nosso ataque ter sido mais eficiente. Passamos a jogar na frente e conseguimos a segunda vitória”, disse Gabi.

O treinador José Roberto Guimarães também fez uma análise sobre a vitória do Brasil contra a Argentina. “A Argentina fez um bom primeiro set e arriscou bastante, atacando e defendendo muito bem. Nós cometemos muitos erros no primeiro set. A partir da segunda parcial acertamos mais o passe e contra-atacamos com mais eficiência. O nosso sistema defensivo também funcionou melhor a partir do segundo set”, analisou José Roberto Guimarães.

Nesta temporada, a seleção feminina conquistou a medalha de prata nos Jogos de Tóquio e na Liga das Nações. Na última edição do Sul-Americano, em 2019, o Brasil foi campeão invicto e na decisão superou a Colômbia por 3 sets a 0.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.