Publicidade
Notícias | Especial Coronavírus Corrida contra Covid

Estado deve receber mais 436 mil doses de vacina contra Covid neste final de semana

Segundo a SES, há previsão de chegada de cerca de 413.750 doses da AstraZeneca e 22,8 mil doses da Coronavac/Butantan

Publicado em: 30.04.2021 às 16:28 Última atualização: 30.04.2021 às 16:40

Vacina da AstraZeneca é produzida pela Fiocruz no Brasil Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil
A Secretaria Estadual da Saúde (SES) confirmou que o Rio Grande do Sul deve receber neste final de semana mais 436.550 doses de vacinas contra Covid-19. Devem chegar ao Estado 413.750 doses de Oxford/AstraZeneca e outras 22,8 mil doses da Coronavac/Butantan, quantidade longe do necessário para os municípios colocarem em dia a segunda dose deste imunizante. 

A nova remessa ocorre após o Ministério da Saúde receber, hoje, quase 7 milhões de doses, sendo 6,5 milhões da vacina produzida pela Fiocruz e outras 600 mil do imunizante produzido pelo Butantan.

Este novo lote de AstraZeneca será distribuído aos municípios a partir da próxima segunda-feira (3). E as vacinas devem ser aplicadas para o grupo de pessoas com comorbidades, grávidas e mulheres que deram à luz a 45 dias, as chamadas puérperas.

Neste final de semana, os municípios do Estado iniciam a imunização deste novo grupo, medida que foi possível após a chegada de um lote de 353 mil doses de vacinas, também da AstraZeneca, nesta quinta-feira. A distribuição das doses é feita nesta sexta-feira

O Estado estima vacinar os cerca de um milhão de gaúchos que estão neste grupo até o final de maio.

Diferentemente da Coronavac, em que a segunda dose deve ser aplicada entre 14 e 28 dias da primeira, a vacina da AstraZeneca tem intervalo de 90 dias para a segunda dose.

Coronavac segue em falta

As 22,8 mil doses de Coronavac que chegam neste final de semana ao Estado são insuficientes para completar o esquema vacinal de 263 mil gaúchos que já poderiam ter tomado a segunda dose da vacina produzida pelo Butantan. 

Na quinta-feira, o Estado já havia recebido 7,2 mil doses de Coronavac, que não foram distribuídas aos municípios. A SES não informou até o momento como será feita a distribuição dessas doses nem se ficará restrita a uma cidade ou região. A pasta confirma, no entanto, que as vacinas serão usadas para aplicação da segunda dose. 

De acordo com a SES, faltam 40.470 doses para concluir o esquema vacinal dos idosos que receberam a 1ª dos eda remessa entregue ao Estado no dia 20 de março. Também há necessidade de outras 223.400 vacinas para a 2ª dose dos vacinados com o lote de Coronavac distribuído no dia 26 de março. Ambos os grupos estão coma segunda aplicação atrasada.

Nos próximos dias, um terceiro grupo vai completar o intervalo de 28 dias entre as doses, recomendado pela fabricante: aqueles que receberam a 1ª dose da remessa de Coronavac entregue ao RS no dia 26 de março. No total, o Estado precisaria de 864.270 doses para normalizar a situação e dar ritmo à vacinação.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.