Publicidade
Notícias | Região Campo

Pecuária impulsiona lavouras de milho em Taquara

Grão, que era plantado apenas para consumo próprio e para alimentar os animais da propriedade, passou a ser um das principais produtos da dieta do gado

Publicado em: 23.02.2021 às 05:00

Plantação de milho usada para produção de silagem Foto: Divulgação
Quando a produção leiteira deixou de ser lucrativa para os agricultores porque exigia altos investimentos, a criação de gado de corte passou a ser uma saída de negócio para famílias do campo em Taquara. Entre as raças estão o angus e braford, com rebanhos que chegam a 300 cabeças.

A consequência do crescimento da pecuária foi o aumento do plantio de milho. O grão, que era plantado apenas para consumo próprio e para alimentar os animais da propriedade, como porcos e galinhas, passou a ser um das principais produtos da dieta do gado, em especial do rebanho confinado.

Segundo a técnica agrícola da Emater Carine Gross de Barros, no município, existem entre 120 e 150 hectares com milho, com capacidade de expansão para mais de 400 hectares. Entre os anos de 1940 e 1960, Taquara vivenciou um crescimento nas lavouras de milho, impulsionado pelos moinhos, mas que depois foi diminuindo.

A Emater tem orientado os produtores sobre técnicas de armazenamento que sejam mais baratas, incluindo boas práticas para segurar a lavoura por mais tempo. "Quando vem um alerta de estiagem, é muito preocupante. No ano passado, teve produtor que precisou comprar silagem porque faltou", comenta.

Embora dê trabalho, é mais vantajoso financeiramente para o produtor plantar e colher o milho do que depender de insumos comprados, principalmente, com a alta do dólar, que tem muito impacto no agronegócio.

 

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.