Publicidade
Botão de Assistente virtual
Notícias | Região INCENTIVO À ARTE

Em homenagem a Estância Velha, artistas retratam a história da cidade com pintura em muro

Artistas locais ganham espaço no pavilhão cultural através do projeto Pintando a História de Estância Velha

Por Matheus Chaparini
Publicado em: 19.09.2021 às 14:42 Última atualização: 19.09.2021 às 18:05

O Pavilhão de Atividades Culturais (PAC) de Estância Velha sempre foi um local importante para o artista Felipe Welter, de 25 anos. Na infância, era ali que andava de skate com os amigos. Junto ao pavilhão tem um muro, sempre coberto por diversos desenhos. Durante anos, aquele muro lhe despertava uma vontade.

Pintando História de Estância
Pintando História de Estância Foto: Inezio Machado/GES
"É uma das maiores vitrines de Estância Velha para o pessoal da pintura. Eu andava de skate aqui desde piá. Eu olhava esse muro e tudo o que eu queria era pintar ele. Agora estou podendo pintar", conta.

No sábado (18), Welter participou da primeira ação do projeto "Pintando a História de Estância", que integra a programação de aniversário de 62 anos do município. Promovido pelo Departamento de Cultura da prefeitura, o evento contou também com o grafiteiro Guilherme Costa e com o rap do grupo Cria do Mudo, também de Estância Velha.

Filho de mãe artista, Welter cresceu em meio à arte. Em 2016, começou a faculdade de Artes Visuais na Universidade Feevale e passou a trabalhar com arte. Aos 25 anos, é artista visual e tatuador. É a primeira vez que uma obra sua é exposta em um espaço público de Estância.

Na parede, fez uma imagem figurativa, que retrata rostos e mãos. "É um trabalho de rua para gerar reflexão. Eu tenho uma ideia, mas não vou estar sempre aqui. O pessoal vai passar, olhar e a obra vai tocar cada pessoa de um jeito diferente, cada um vai entender de uma forma. É isso que gera a poética do trabalho."

Incentivo à arte

 Responsável pelo projeto, o diretor de Cultura, Raoni Forian explica que o objetivo é criar oportunidades para os artistas locais e embelezar a cidade.

"A atividade de hoje é um primeiro passo de um projeto que vai continuar ao longo dos anos. A gente quer se apropriar de alguns muros, culturalmente falando. Criando oportunidades para os artistas e embelezando a cidade também. Para se tornar um ponto turístico atrativo. E por que não a gente poder ensinar outras crianças a seguirem o caminho da arte", afirma.

O projeto é uma parceria com os artistas, onde a prefeitura cedeu o espaço e o material para as obras. Uma das inspirações para a iniciativa veio do Beco do Batman, local que fica no bairro Vila Madalena, em São Paulo, e que se tornou ponto turístico em função dos inúmeros graffitis.

Outro projeto do Departamento de Cultura prevê uma mostra artística itinerante, por meio de painéis pintados por artistas locais. "Serão painéis móveis. Cada mês a gente vai colocar em um bairro. Como a gente não tem muitos espaços para este tipo de arte, a gente acaba tendo que criar. Esse é o intuito", afirma o diretor.

Gostou desta matéria? Compartilhe!
Encontrou erro? Avise a redação.
Publicidade
Matérias relacionadas

Olá leitor, tudo bem?

Use os ícones abaixo para compartilhar o conteúdo.
Todo o nosso material editorial (textos, fotos, vídeos e artes) está protegido pela legislação brasileira sobre direitos autorais. Não é legal reproduzir o conteúdo em qualquer meio de comunicação, impresso ou eletrônico.